quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Exigir carteira de habilitação para compra de motos

Estive me perguntando, o porquê de tantos acidentes de moto, embora não tenha ido muito a fundo para saber estatísticas, pois, afinal de contas nem sei se existem, mas sempre que ligo a TV ou pego algum jornal para ler, lá está estampado mais um acidente, ou até mesmo vários acidentes envolvendo motociclistas em uma mesma edição.
Chega ser até um tanto sem lógica mas a verdade é que ultimamente é moto batendo com moto, e não são batidas leves não, tem sido trágicas. Observando um pouco, percebi que sempre um dos envolvidos não possui carteira de habilitação. Então se a falta de habilitação está causando tragédias, o porque não exigir o documento na hora da compra da motocicleta? Você vai responder ai vai um amigo ou parente habilitado e compra para ele, concordo com você também... Mas analise comigo, em um acidente envolvendo este motoqueiro não habilitado, quem teria que pelo menos se explicar para a justiça, com certeza, faria com que esse amigo ou parente pensasse duas vezes ou mais para sair comprando ou cedendo seu nome para tais compras.
Outra observação sempre que ocorre alguma blitz, principalmente aqui em minha cidade, o caminhão ou até mesmo caminhões do DETRAN ou dos Marronzinhos saem lotados de motocicletas com irregularidades.
Porque estou escrevendo sobre isso, sei que é polemico, tem fabricantes envolvidos, concessionárias, oficinas e os próprios órgãos Estaduais que arrecadam com impostos e que preferem fechar os olhos. Mas do outro lado tem famílias que estão se arrebentando com tanta tragédia, e simplesmente ninguém faz nada. Todos nós sabemos que é fácil chegar numa concessionária e com alguns reais no bolso sair pilotando, mas sou da seguinte opinião, antes de tudo é procurar se habilitar, embora seja mais fácil comprar a moto do que tirar a habilitação.
Deixo aqui esta sugestão aos políticos para que se estude e por conseqüência crie um projeto de lei para ser discutido mais a fundo.

Campo Grande/MS 18 de Fevereiro de 2010
Osmar Machado

Nenhum comentário:

Postar um comentário